02/05/2023 às 10h56min - Atualizada em 02/05/2023 às 10h56min

Motorista que teve o carro roubado em Cajamar foi vítima de tentativa de estupro

A ocorrência começou com roubo e tentativa de estupro em Cajamar, acabou em Jundiaí, após perseguição e tentativa de homicídio contra GMs

Da Redação - [email protected]
METRÓPOLE REGIONAL
Veiculo roubado em Cajamar se envolveu em colisão com outro veículo. Foto: Divulgação/Guarda Municipal de Jundiaí
Uma ocorrência de roubo e estupro contra uma motorista de aplicativo, em Cajamar, na manhã da última segunda-feira (1), terminou no período da tarde, na Ponte São João, em Jundiaí, com perseguição, desobediência, tentativa de homicídio contra guardas municipais, e a detenção do suspeito de ter praticado todos estes crimes.

De acordo com o boletim de ocorrência, a condutora relatou ao delegado Rodrigo Lima Leite Carvalhaes, que ela estava abastecendo o carro em um posto de combustíveis, quando foi surpreendida pelo homem. Inicialmente ele pediu um cigarro e em seguida começou a conversar e a desabafar. Ao saber que a mulher era motorista de aplicativo, ele pediu uma carona e ela concordou. Só que momentos depois ele pediu um beijo e a agarrou a força, chegando a enforcá-la.

O acusado ainda tocou nos seios e a mulher chegou a escapar da tentativa de estupro. Ao ver um motoboy, ela gritou por socorro e o homem foi levar o carro. Mais uma luta corporal aconteceu e o criminoso fugiu com o veículo. O motoboy ajudou a vítima e ligou para a Guarda Municipal, que foi informada da vinda do veículo para Jundiaí, no sentido São Camilo. Ao passar pelas ruas do bairro Colônia, ele bateu contra um muro, mas ainda assim seguiu tentando fugir e houve troca de tiros.

Um dos guardas deu três disparos contra o motor do carro, mas sem sucesso. O bandido ainda bateu o carro contra um outro veículo. Um agente ficou ferido ao ficar prensado após a colisão e o bandido foi encontrado desacordado e ao acordar, ainda tentou resistir a prisão, mas foi preso. 

Após se acalmar, ele afirmou que estava com uma mulher e que teria pego o carro dela em Cajamar para vir a Jundiaí. Ele também confessou que havia bebido e usado cocaína, tendo um recipiente usado da substância em sua posse.


 

ELE NEGA O ESTUPRO

APOIO AO CERCO POLICIAL

Durante a perseguição, os GMs solicitaram apoio e diversas viaturas participaram da ocorrência: Subinspetor Vaz e GMs Pereira, Pierre e Nakahara; Cristiano, Amâncio e Dos Santos; R. Oliveira, Thiago Santana e Leonarde; Icaro, Gonçalo e Pegoraro; Gildomar e Patriota; Arruda e De Sá; Alfier e Hellen; Felipe Daniel, Maio e Galvão.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://metropoleregional.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp