23/05/2023 às 12h31min - Atualizada em 23/05/2023 às 12h31min

Vereador Pingo propõe projeto que visa conscientizar e combater a dependência tecnológica

O pedido do parlamentar solicita que a campanha deverá constar no calendário oficial de eventos de Cajamar.

Da Redação - [email protected]
METRÓPOLE REGIONAL
A proposta do vereador Pingo é aliar informação a cuidados com a saúde, mobilizando profissionais e a sociedade cajamarense. Foto: Reprodução
O aparelho celular notifica que está acabando a bateria dele e o usuário já corre para buscar um carregador de energia. Já imagina o transtorno que teria, caso ficasse algumas horas sem comunicação. Uma viagem para algum lugar sem sinal de internet gera aflição e a ansiedade toma conta do indivíduo se perde o telefone móvel. O cenário comum aos usuários de internet pode configurar uma doença psicológica, a nomofobia. E, para tratar do assunto, o vereador Jefferson Pingo (MDB) irá propor o pedido através de requerimento.
 
A matéria solicita ao Executivo a criação de um projeto de lei que possa instituir uma ‘Campanha Permanente de Orientação, Conscientização, Prevenção e Combate à Nomofobia’ em Cajamar, a fim de “conscientizar a população que os novos meios de comunicação devem ser utilizados de maneira saudável, para promover o aprendizado, estabelecer boas relações e se comunicar”, explica o autor, vereador Pingo, acrescentando ser “essencial estabelecer limites” para evitar que as pessoas “se tornem reféns da tecnologia”.

O termo nomofobia é recente e provém do inglês ‘no mobile’, que significa ‘sem celular’. Caracteriza-se por um quadro de ansiedade, desconforto ou angústia, gerado pela impossibilidade de comunicação por meios virtuais, como celulares, computadores, tabletes, entre outros. Não se trata de uma doença oficializada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), mas há entendimento que a nomofobia gera transtornos como um vício. O requerimento propõe a realização de uma campanha permanente, a ser gerida pelas secretarias municipais de Saúde e Educação.

Além disso, o pedido do parlamentar solicita que a campanha deverá constar no calendário oficial de eventos de Cajamar e as secretarias ficarão incumbidas de celebrar parcerias e convênios para estabelecer período da ação, indicar equipe multidisciplinar para atuação e realizar encaminhamentos para avaliação diagnóstica e tratamento.

Em sua justificativa, o vereador Pingo reconhece que a comunicação e as ferramentas tecnológicas revolucionaram o desenvolvimento humano, permitindo a transposição de barreiras sociais, culturais e geográficas. “O impacto das tecnologias da informação e comunicação, além de proporcionarem o desenvolvimento pessoal, profissional e social, trazem uma nova dinâmica, uma vez que a massificação do acesso da população à internet, aos smartphone e as redes sociais alterou o modo de vida das pessoas e a maneira de se relacionarem com os outros”, explica o parlamentar.

Vereador Pingo levanta a discussão sobre o receio das pessoas de ficarem desconectadas desses equipamentos. “A influência é tão intensa que tem provocado problemas de natureza clínica, como dores na coluna cervical, obesidade, perda auditiva, insônia, ansiedade, alteração de apetite, estresse, irritabilidade e depressão”.

Tramitação: O requerimento será apresentado em Plenário na próxima sessão ordinária da Câmara e caso seja aprovado, o pedido será encaminhado para à Prefeitura de Cajamar que deverá fazer um estudo e dar uma resposta ao vereador Pingo, autor da matéria.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://metropoleregional.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp