16/06/2023 às 15h22min - Atualizada em 16/06/2023 às 15h22min

Jundiaí tem sete casos suspeitos de febre maculosa

Mais dois casos suspeitos também estiveram em evento em Campinas, assim como as vítimas recentes da doença

Da Redação - [email protected]
METRÓPOLE REGIONAL
No período de inverno e seca há maior risco de parasitismo, em decorrência da maior presença das formas imaturas desses artrópodes.

Nesta quinta-feira (15), a Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS) de Jundiaí, a partir da Vigilância Epidemiológica (VE), informa que a cidade registrou sete notificações de casos suspeitos para a febre maculosa. De acordo com a VE,a princípio não há casos confirmados nem pacientes internados com suspeita da doença.

Dois destes casos suspeitos estiveram em evento em Campinas na área de provável infecção e os demais relataram ter frequentado áreas verdes no Município e em outras cidades.

O exame para a confirmação desses casos compreende duas amostras de sangue, com intervalo de 14 dias entre elas. Assim que emitido o resultado, havendo a confirmação de casos, a Prefeitura manterá o princípio da transparência na divulgação das informações.

Prevenção

A Prefeitura também ressalta que realiza, de maneira permanente, trabalho de orientação e esclarecimento sobre febre maculosa, visto que a bactéria causadora da doença é endêmica no Estado de São Paulo.

No período de inverno e seca há maior risco de parasitismo, em decorrência da maior presença das formas imaturas desses artrópodes. Dessa forma, intensifica-se o manejo em áreas públicas onde há circulação de animais hospedeiros de carrapatos (capivaras, bois e cavalos).

Como ação preventiva, os espaços púbicos recebem placas de alerta sobre a ocorrência de carrapatos, exigindo a maior atenção da população. Além disso, periodicamente, a equipe Vigilância em Saúde Ambiental acompanha o nível de infestação por carrapatos nessas áreas.

A fim dar visibilidade às informações de interesse público, a comunicação da Prefeitura também lança ainda nesta semana material de divulgação com foco nas ações preventivas.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://metropoleregional.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp