15/07/2023 às 12h26min - Atualizada em 15/07/2023 às 12h26min

Conseg Cajamar: saiba como evitar acidentes com crianças nas férias

Seja qual for a sua programação e de sua família para aproveitar esse momento, o importante é garantir a segurança dos pequenos.

Por: Ricardo Rodrigues Pazin - [email protected]
METRÓPOLE REGIONAL
Confira, a seguir, algumas dicas simples preparadas pelo presidente do Conselho Comunitário de Segurança de Cajamar (CONSEG), o policial militar da reserva, Clademir Carneiro.
As férias escolares da criançada já estão aí e meninas e meninos estão a todo vapor para aproveitar ao máximo esse período de descanso. Mas, para garantir que nenhum imprevisto atrapalhe a diversão, é preciso que pais, familiares e responsáveis estejam atentos e adotem medidas preventivas para evitar acidentes.
 
Seja qual for a sua programação e de sua família para aproveitar esse momento, o importante é garantir a segurança dos pequenos. 
 
Confira, a seguir, algumas dicas simples preparadas pelo presidente do Conselho Comunitário de Segurança de Cajamar (CONSEG), o policial militar da reserva, Clademir Carneiro. 
 
Faça uma inspeção preventiva em sua casa ou no local onde for se hospedar
 
Em sua própria casa, na casa de familiares ou amigos ou até mesmo em um hotel, é importante que os responsáveis por crianças realizem uma verificação das condições de segurança do local antes de deixar os pequenos brincarem livremente pelo ambiente.
 
É provável que sua casa já esteja equipada e preparada para garantir a segurança das crianças que vivem nelas. Mas, como nas férias meninas e meninos terão mais tempo livre e possuem grande curiosidade e imaginação, fazer uma “operação pente fino” em cada cômodo da casa pode evitar que muitos acidentes aconteçam.
 
Certifique-se que não haja nenhum produto ou objeto perigoso ao alcance dos pequenos. Caso encontre algo que representa um risco, guarde-o em local fora do alcance das crianças.
 
Se você for passar uma temporada na casa de familiares ou amigos, redobre sua atenção em relação às crianças. Isso porque muitas vezes os anfitriões não têm crianças em casa e, por isso, podem não ter os ambientes preparados para evitar acidentes. Realizar uma inspeção em cada cômodo no qual a criança terá acesso também é válido. Atente-se principalmente aos produtos de limpeza, higiene e medicamentos.
 
Tanto na casa de familiares ou amigos como em hotéis e pousadas, verifique se as janelas e sacadas possuem redes ou grades de proteção. Caso contrário, certifique-se que elas possam ser trancadas ou avalie uma forma de impedir o acesso das crianças nesses locais.
 
Use sempre cadeirinha para viajar ou passear de carro
 
for transportar uma criança em um carro – em um passeio até a esquina ou em uma viagem longa – use sempre o equipamento de segurança adequado a faixa etária, peso e altura da criança: bebê conforto, cadeirinha ou assento de elevação.
 
Esses dispositivos são a única forma de garantir a segurança de meninas e meninos dentro de um automóvel. Seu uso é indispensável e obrigatório e, quando instalados e utilizados adequadamente, reduzem em até 71% os riscos de morte em caso de colisão.
 
Atenção a parquinhos, brinquedotecas e outras atividades lúdicas
 
As férias são momentos ideias para levar as crianças para realizarem atividades diferentes do que elas estão acostumadas a fazerem em seu dia a dia. Por isso, frequentar praças, parques e outros locais que oferecem espaços para que a criança possa brincar e se divertir é uma ótima pedida.
 
Mas, antes de permitir que as crianças brinquem livremente nesses locais, informe-se e verifique as condições de segurança de brinquedos e outros equipamentos e se há monitores no ambiente.
 
Na piscina, na praia ou no rio: supervisão constante
 
Para garantir a segurança de meninas e meninos na piscina, praia ou rio, a supervisão constante e completamente atenta de um adulto é essencial. Além disso, o equipamento de segurança mais indicado é o colete salva-vidas. Boias infláveis e outros objetos passam uma falsa sensação de segurança, pois elas podem furar, virar com a criança ou não estabilizar adequadamente a cabeça e o tronco dos pequenos fora d’água.
 
O afogamento é um acidente rápido e silencioso que todos anos tira a vida de milhares de crianças brasileiras. Essa é a primeira causa de morte acidental de crianças de um a quatro anos no Brasil. Nessa idade, devido a característica específicas do desenvolvimento infantil, as crianças podem se afogar em recipientes com apenas três dedos de água.
 
Por isso, se for levar as crianças para brincarem na água, vista-as com coletes salva-vidas, mantenha sempre sua atenção voltada a elas e verifique se há salva-vidas no local.
 
Com esses cuidados, temos certeza que a diversão será garantida para você e toda sua família. Boas férias!
 
Sobre o presidente do Conseg Cajamar
 
Clademir Carneiro, é policial militar da reserva. Trabalhou na Polícia Militar do Estado de São Paulo, por 29 anos, atuando nas unidades especializadas da corporação, entre elas a ROTA (Rondas Ostensivas Tobias Aguiar) ROCAM (Rondas Onstensivas Com Apoio de Motocicletas) e Batalhão de Choque. Clademir Carneiro, é casado, pai de três filhos e um neto. Empresário do ramo de segurança privada e formado em Ciências Jurídicas, Carneiro é morador de Cajamar desde 1978



 
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://metropoleregional.com.br/.