20/08/2023 às 10h14min - Atualizada em 20/08/2023 às 10h14min

Polícia apura se homem matou mulher e depois cometeu suicídio em apartamento no Polvilho

Caso foi registrado como homicídio e suicídio. Investigação apura motivo do crime ocorrido envolvendo casal no sábado (19) no Portal dos Ipês em Cajamar.

Por: Ricardo Rodrigues Pazin - [email protected]
METRÓPOLE REGIONAL
Nas redes sociais, o casal estaria comemorando 8 anos de matrimônio. Foto: Divulgação/Redes Sociais
O morador de Cajamar, identificado como Marcelo Honório de 42 anos, matou com disparo de arma de fogo, a esposa Debora Souza Santos Xavier. Em seguida, o autor do disparo teria cometido suicídio. O caso aconteceu no início da noite deste sábado (19) de agosto, no apartamento do casal, no edifício Quinta das Cerejeiras, no bairro do Portal dos Ipês, distrito do Polvilho em Cajamar. 

 
O Serviço Móvel de Urgência ainda chegou a ser acionado, mas as vítimas morreram no local. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) foi acionado. Peritos também foram encaminhados ao local, assim como o Instituto Médico Legal (IML).

Nas redes sociais, o casal estaria comemorando 8 anos de matrimônio. Casados desde o dia 15 de agosto de 2015, o casal deixou um filho de 5 anos, que teria presenciado a tragédia. 


 
 
O caso foi registrado pelo 1° Distrito Policial (DP), do Polvilho como homicídio e suicídio. A investigação vai apurar o motivo do crime envolvendo casal.  
 
De acordo com agentes da Guarda Municipal de Cajamar, uma viatura foi ao local depois das 19h deste sábado para atender uma ocorrência de homicídio. Mas ao entrar no imóvel, viu dois corpos. 
 
As primeiras informações dão conta de que o tiro foi acidental, mas somente a perícia e as investigações irão comprovar os motivos da morte do casal. 
 
Outros detalhes do caso não são divulgados pela Polícia Civil para não prejudicar as investigações.

Questionado pela reportagem do METRÓPOLE REGIONAL se este pode ser um caso de feminicídio, a Polícia Civil de Cajamar responsável pela investigação, respondeu que nenhuma hipótese pode ser descartada neste momento.
 
Os corpos do foram encaminhados ao IML de Franco da Rocha. Familiares e amigos estão abalados e não comentaram sobre o caso. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://metropoleregional.com.br/.