15/01/2023 às 18h22min - Atualizada em 15/01/2023 às 18h22min

Com gol de Artur, Bragantino bate o Corinthians na estreia do Paulistão

Jogo foi válido pela primeira rodada do Campeonato Paulista.

Henrique Esteves - [email protected]
METRÒPOLE REGIONAL
Ari Ferreira
O Corinthians foi derrotado na estreia do Campeonato Paulista de 2023. No estádio Nabi Abi Chedid, na cidade de Bragança Paulista, o Red Bull Bragantino foi melhor durante todo o jogo e venceu por 1 a 0. O único gol da partida foi marcado pelo atacante Artur, aos 28 minutos do segundo tempo.
 
Do lado corintiano, o goleiro Cássio foi o grande destaque com, pelo menos, quatro defesas difíceis. Mas nem mesmo a grande partida do Gigante foi o suficiente para evitar o revés corintiano.
Antes da bola rolar, membros de torcidas uniformizadas do Corinthians protestaram contra o alto preço dos ingressos de visitantes. O valor do ticket para os corintianos assistirem o jogo em Bragança foi R$ 100. No próximo compromisso do Timão fora de casa, contra a Inter de Limeira, no próximo sábado (21), o bilhete para o Coringão está em R$ 120 (inteira).
 
Os torcedores do Corinthians aproveitaram a reclamação para pedir a saída do meia-atacante Luan, que está no último ano de contrato com a equipe alvinegro. No segundo semestre do ano passado, o atleta foi emprestado ao Santos, mas foi devolvido no início desta temporada.
 
O primeiro tempo teve três grandes chances de gols, todas do Red Bull Bragantino, já na segunda metade da etapa inicial. Na primeira, Artur cruzou pela direita, Alerrandro desviou de cabeça vindo da primeira trave e obrigou Cássio a fazer grande defesa, saltando no canto direito. Três minutos depois, uma nova descida pelo lado destro, dessa vez com Andrés Hurtado escapando de dois e mandando no segundo pau, para Sorriso cabecear no travessão. A última aconteceu nos acréscimos, e novamente pelo alto, com Praxedes.
 
A equipe de Bragança Paulista ainda teve outras jogadas agudas, mas sem levar grande perigo. De todo modo, o Massa Bruta foi mais agudo, enquanto o Timão era dependente apenas da individualidade de Róger Guedes, pelo lado esquerdo. Foi com o camisa 10 a única finalização corintiana no primeiro tempo.
 
O segundo tempo teve tônica parecida da etapa inicial, com o Red Bull Bragantino agredindo muito mais os corintianos. Primeiro, após uma cobrança de falta alçada na área, Natan desviou tirando tinta da trave. Depois disso, Cássio entrou em ação. O goleiro corintiano fez, pelo menos, três grandes defesas, uma delas a queima roupa, em um lance cara a cara com o atacante Alerrandro. O Timão chegou algumas vezes ao ataque adversário, mas na maioria delas faltou pontaria na definição. A melhor oportunidade corintiana surgiu com Róger Guedes, após uma troca de passes, na intermediária ofensiva. O atacante finalizou no canto esquerdo de Cleiton, que espalmou.

O segundo tempo teve tônica parecida da etapa inicial, com o Red Bull Bragantino agredindo muito mais os corintianos. Primeiro, após uma cobrança de falta alçada na área, Natan desviou tirando tinta da trave. Depois disso, Cássio entrou em ação. O goleiro corintiano fez, pelo menos, três grandes defesas, uma delas a queima roupa, em um lance cara a cara com o atacante Alerrandro. O Timão chegou algumas vezes ao ataque adversário, mas na maioria delas faltou pontaria na definição. A melhor oportunidade corintiana surgiu com Róger Guedes, após uma troca de passes, na intermediária ofensiva. O atacante finalizou no canto esquerdo de Cleiton, que espalmou.
 
E se água mole em pedra dura, tanto bate até que fura, o Bragantino conseguiu chegar ao seu gol, após muito tentar. Aos 28 minutos, Cantillo perdeu a bola na saída, ficou pedindo falta, mas a infração não foi marcada pelo árbitro Raphael Claus. Na sequência, a bola chegou até o lado direito com Andrés Hurtado, que cruzou à meia altura e encontrou Artur, sozinho, para empurrar para a rede. No lance, o zagueiro Balbuena ficou parado, enquanto o atacante do Massa Bruta passou com grande facilidade por trás dele.

Perto do fim do jogo, a torcida corintiana fez novos protestos, dessa vez com sinalizadores, que possuem entrada e utilização proibidas nos estádios. O jogo ficou paralisado por cerca de quatro minutos por conta do ocorrido. Durante a pausa, os corintianos fizeram novos protestos contra os preços dos ingressos para os torcedores visitantes.
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://metropoleregional.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp